Antivírus grátis vale a pena?

Até quando um Antivírus grátis vale a pena? Ele é suficiente para te proteger perante ameaças digitais? Essas são perguntas que você precisa fazer se quiser proteger suas informações.

Há sempre uma grande dúvida: antivírus grátis vale a pena? A resposta é não, e vamos explicar porque! Em segurança da informação, o nivel mínimo de proteção de um antivírus grátis pode ser um risco, nesse mundo de segurança digital o custo x benefício é calculado de forma bem diferente, a efetividade conta acima de tudo.

Antivírus grátis vale a pena – Usuário residencial

O perfil determina o nível de risco. Do mesmo modo, um antivírus grátis só pode valer a pena se um usuário não está sujeito a níveis maiores de risco e não possua informações relevantes em sua maquina. Alguns comportamentos tornam o usuário mais propenso a ameaças graves:

  • Abertura de arquivos anexos e cliques em links de e-mails sem verificação devida
  • Download de softwares sem certificados e origem confiáveis
  • Falta de atualização em softwares e sistemas operacionais
  • Softwares piratas

Esses comportamentos geram uma necessidade de maior proteção – algo não oferecido pela maioria dos softwares gratuitos. Contudo, geralmente os usuários que mais recorrem ao antivírus gratuito são exatamente aqueles que possuem comportamentos de maior risco.

Antivírus grátis vale a pena – preços de versões pagas

Mesmo os antivírus pagos em nível de uso residencial possuem preços baseados em licenças. As licenças funcionam de forma particular para os antivírus e garantem não apenas mais atualizações, mas também um bom suporte.

As licenças para usuários pessoais e domésticos geralmente variam entre R$ 50,00 e R$ 200,00 por ano, para sistemas de software houses de peso. Empresas como a Symantec, dona da solução Norton Antivírus, oferecem pacotes de vão desde R$ 49,00 por ano de licença para a versão paga básica até R$ 169,00 para o mesmo sistema em sua versão Premium.

O mesmo ocorre com desenvolvedores de peso de antivírus como Trend Micro, Panda ou Kaspersky. Em outras palavras, com um custo de pouco mais do que R$ 12,00 ao mês, é possível obter as melhores versões de antivírus para uso doméstico do mercado.

Antivírus grátis vale a pena – mercado empresarial

Infelizmente, grande parte do mercado empresarial ainda faz uso de versões gratuitas de antivírus. O antivírus gratuito oferece, por definição, nível mínimo de proteção. Ele exige uma política de segurança da informação forte e sólida. Entretanto, como mencionamos, geralmente a existência de uma política sólida de segurança em TI acompanha uma melhor solução de antivírus.

Ou seja – empresas que usam antivírus grátis geralmente não são criteriosas em relação ao comportamento do usuário. Em tese, isso faz com que não valha a pena optar por algo gratuito. Até porque o risco de exposição, nesse caso, é sempre maior.

A relação entre o investimento para um antivírus pago bom (endpoint protection) e o custo pela perda de dados torna o antivírus grátis uma opção quase sempre inviável. Isso pelo menos no campo empresarial e até mesmo residencial.

O sistema grátis geralmente serve apenas como ponto de entrada para a compra da versão paga. Por isso, se sua atualização fosse impecável, usuários dificilmente acabariam por migrar para o software licenciado.

 

Participe da comunidade
de tecnologia da Tripla

Localização
Rua dos Timbiras, 1532 - 4º andar Lourdes, Belo Horizonte, Minas Gerais
Telefone
+55 31 3370.2600
Contato
Proteção de Dados Pessoais
Copyright © 2020 Tripla